RELEASES EMPRESARIAIS

TERÇA-FEIRA, 30 DE OUTUBRO DE 2018 - Horário 16:31
nbe
ECO/ PRNewswire - Cérebro gigante, game educativo e blecaute marcam o Dia Mundial do AVC

SÃO PAULO, 30 de outubro de 2018 /PRNewswire/ -- Nesta segunda-feira (29/10), em alusão ao Dia Mundial do AVC, a estação Clínicas do metrô, em São Paulo (SP), foi palco da ação "Que doença é esta?". No local, o público foi desafiado, em apenas um minuto, a identificar o AVC a partir de dez dicas sobre a doença. O objetivo foi trazer à tona o impacto da enfermidade, principalmente no que se refere a possíveis sequelas graves, caso o indivíduo não receba um atendimento emergencial adequado.

No Rio de Janeiro (RJ), um cérebro gigante exposto na Central do Brasil alertou para a necessidade de urgência exigida pela doença.  

À noite, às luzes dos Arcos da Lapa, um dos símbolos da Capital Fluminense, foram apagadas em referência à rápida perda de neurônios que os pacientes acometidos pela doença sofrem. Em seguida, o monumento recebeu uma projeção especial em alerta à campanha "A Vida Conta ? Cada minuto faz diferença", da Rede Brasil AVC em parceria com a Sociedade Brasileira de Doenças Cerebrovasculares.

As três iniciativas fazem parte da campanha "A Vida Conta ? Cada minuto faz diferença", que tem o apoio da Boehringer Ingelheim e visa alertar o grande potencial de comprometimento do AVC.  "A ação com o game serviu de desafio e, ao mesmo tempo, informa e educa as pessoas a saberem que o AVC é uma emergência médica em que a rapidez no atendimento é fundamental. No caso do AVC isquêmico, o que mais acomete a população, em cerca de 85% das vezes2, um paciente não tratado perde, aproximadamente, 1,9 milhão de neurônios a cada minuto3. Quanto mais tempo sem atendimento, maior a chance de sequelas graves, como dificuldades de movimentação, linguagem, comprometimentos visuais, de memória e até mesmo comportamentais, de acordo com a área do cérebro afetada. Ou seja, tempo é cérebro", afirma Dra. Sheila Martins, neurologista e presidente da Rede Brasil AVC. 

"Noventa por cento dos casos podem ser evitados com o controle dos fatores de risco, tais como pressão alta, diabetes, colesterol elevado, arritmias cardíacas, tabagismo, obesidade, sedentarismo e estresse. Além disso, é importante ressaltar que o AVC é uma doença tratável. Hoje, no caso do isquêmico, existe um medicamento injetável altamente eficaz. Estudos mostram que esse medicamento, chamado de trombolítico, quando usado no paciente, em até 4h30min após o início dos sintomas, pode desobstruir o vaso entupido e aumentar em 30% as chances desse indivíduo ficar sem sequelas do AVC", explica o Dr. Octavio Pontes Neto, neurologista e presidente da Sociedade Brasileira de Doenças Cerebrovasculares.   

Sobre a Campanha "A Vida Conta"

A campanha "A Vida Conta ? Cada minuto faz diferença", é uma iniciativa da Rede Brasil AVC em parceria com a Sociedade Brasileira de Doenças Cerebrovasculares, com o apoio da Boehringer Ingelheim. Siga a campanha na Fanpage da Rede Brasil AVC: https://www.facebook.com/CampanhaAVC

Sobre a Rede Brasil AVC: https://pt-br.facebook.com/CampanhaAVC/

Sobre a Sociedade Brasileira de Doenças Cerebrovasculares: http://sbdcv.org.br/medica_index.asp

Sobre a Boehringer Ingelheim: www.boehringer-ingelheim.com.br e www.facebook.com/BoehringerIngelheimBrasil

Referências:

1.       Feigin et al 2015-2016.

2.       Sociedade Brasileira de Doenças Cerebrocardiovasculares. Acidente Vascular Cerebral. Disponível em: http://sbdcv.org.br/publica_avc.asp . Acesso em outubro de 2018.

3.       Saver J. Stroke 2006;37:263-266

 

Tino ComunicaçãoVinicius Volpi ? vinicius@tinocomunicacao.com.br11-5049-1759/11-97492-8040

(Foto 1:  https://mma.prnewswire.com/media/777198/Boehringer_Ingelheim.jpg)

(Foto 2: https://mma.prnewswire.com/media/777197/Boehringer_Ingelheim.jpg)

(Foto 3: https://mma.prnewswire.com/media/777196/Boehringer_Ingelheim.jpg)

 

FONTE Boehringer Ingelheim


© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.