RELEASES EMPRESARIAIS

QUARTA-FEIRA, 29 DE MAIO DE 2019 - Horário 0:08
nbe
ECO/ PRNewswire - Captura de carbono na agenda de energia limpa dos ministros mundiais

VANCOUVER, 29 de maio de 2019 /PRNewswire/ -- Anunciada pelas Nações Unidas1 como uma tecnologia necessária e pronta para mitigar as mudanças climáticas, a captura e o armazenamento de carbono (CCS ou CCUS) serão amplamente analisados e discutidos no fórum Clean Energy Ministerial (CEM) desta semana. O CEM é um encontro mundial de ministros de energia internacionais, com o objetivo comum de promover tecnologias de energia limpa, compartilhar lições aprendidas e melhores práticas, além de incentivar a transição para a economia global de energia limpa.

Durante o CEM, a CCS será defendida por Rick Perry, o Secretário de Energia dos EUA, Fatih Birol, diretor da Agência Internacional de Energia, Michal Krutyka, Ministro da Energia da Polônia e Presidente da COP24, entre outros em dois eventos principais, na quarta-feira, dia 29 de maio, no Centro de Convenções de Vancouver.

Já é internacionalmente reconhecido que ações definitivas são necessárias para apoiar a capacidade do mundo de enfrentar a crise climática. A CCS em grande escala é uma ação que facilita cortes profundos nas emissões de gases de efeito estufa (GEEs). O Centro Internacional de Conhecimento em CCS lidera globalmente o compartilhamento aberto das melhores práticas de CCS. Com a realização de um painel de discussão de alto nível sobre redução de custos e riscos, a oferta de um pavilhão dedicado à CCS no Innovation Showcase da CEM, bem como uma visita às instalações da Boundary Dam 3 da SakPower para CCS, em Saskatchewan, Canadá, para os delegados envolvidos no CEM, o Centro Internacional de Conhecimento em CCS está ressaltando que, se o mundo está levando a sério as reduções das emissões de carbono, então é melhor levar também a sério a CCS.

Apesar de seu sucesso comprovado e da acessibilidade, a CCS teve altos custos e, portanto, faltaram investimentos. Com o advento da inovação no sentido da segunda geração2 de tecnologia, os custos mostram queda de 67% por tonelada de dióxido de carbono (CO2) capturada, criando oportunidades de investimento. Durante o CEM, os eventos de CCS se concentrarão nas principais condições necessárias para atrair financiamento para a próxima onda de projetos de CCS.

A iniciativa CCUS nomeada pela CEM inicia as discussões sobre a CCS com uma sessão ministerial, intitulada: Acelerando a CCUS juntos ? financiamento de uma peça fundamental do enigma da energia limpa, que será seguida de uma exploração profunda dos obstáculos e possibilidades em um painel de discussão, organizado em conjunto pelo Centro Internacional de Conhecimento em CCS e pelo ClearPath, intitulado: Avanços na CCUS ? um mergulho profundo na redução de custos e riscos.

Citação

"No Centro Internacional de Conhecimento em CCS, temos orgulho de mostrar a CCS pelo seu papel fundamental na redução de GEEs, de maneira que apóie ativamente as metas climáticas globais e ajude a garantir economias estáveis. A CCS é comprovada, confiável e agora mais barata. Está pronta e foi criada para o mundo". 

- Mike Monea, presidente e diretor executivo do Centro Internacional de Conhecimento em CCS

Para ver a lista completa dos eventos de CCS no CEM, clique aqui.

___________________

1 A CCS é considerada essencial em três dos quatro caminhos para manter o aquecimento global dentro de 1,5 oC ? no Painel Intergovernamental sobre mudanças climáticas das Nações Unidas: aquecimento global de 1,5 ºC

2 O estudo de viabilidade de CCS em Shand, de segunda geração mostra que, comparado ao projeto Boundary Dam 3 de CCS (BD3), um sistema CCS em Shand poderia testemunhar reduções de custo significativas, de 67% por tonelada de CO2 capturado, bem como 92% em possíveis economias para o custo de capital de integração da usina.

 

 

HISTÓRICO

Lista de palestrantes nos eventos de CCS no CEM

ACELERANDO A CCUS JUNTOS 

Financiamento de uma peça fundamental do quebra-cabeça da energia limpa 

 

Esta apresentação garantirá o diálogo sobre as principais condições para os investimentos em CCS em nível ministerial. Fornecerá uma plataforma para diretores executivos e executivos seniores do setor financeiro discutirem com os ministros como levar adiante a CCS no curto prazo para alcançar progressos tangíveis.

 

11h ? quarta-feira 29 de maio

Sala de reuniões 211

 

_______________________________________________________

AVANÇOS DA CCUS 

Um mergulho profundo na redução de custos e riscos 

 

Este evento será uma exploração dos obstáculos e possibilidades em relação ao avanço  da CCUS como tecnologia fundamental para reduzir significativamente os GEEs. Por meio do compartilhamento das melhores práticas, há evidências de que as próximas usinas serão mais baratas. Os integrantes do painel compartilharão o conhecimento das políticas de energia limpa, tomada de decisões e financiamentos

 

12h:30m ? quarta-feira 29 de maio

Pavilhão do Centro Internacional de Conhecimento em CCS, estande 606

_______________________________________________________

John Mingé, ex-presidente do conselho e presidente da BP America Rick Perry, secretário de energia dos EUA Fatih Birol, diretor executivo da Agência Internacional de Energia (França) Richard Jackson, presidente da Occidental Low CarbonVentures e vice-presidente sênior de operações (EUA) Gordon Salahor, diretor executivo da Wolf Midstream (EUA) Khalid Abuleif, negociador-chefe de clima (Arábia Saudita) John Loughhead, cientista chefe do Departamento de Negócios, Energia e Estratégia Industrial (Reino Unido) Yoshihiko Isozaki, Ministro de Estado, METI (Japão) Ajay Kumar Bhalla, secretário do Ministério do Poder (Índia) Liv Lønnum, secretário de estado do Ministério do Petróleo e da Energia (Noruega) Amy Pincu, diretora administrativa do Bank of America Merrill Lynch (EUA) Ashok Bhargava, diretor de energia do Banco Asiático de Desenvolvimento, (Ásia Central e Ocidental) Jérôme Schmitt, presidente do Comitê Executivo da Iniciativa Climática de Petróleo e Gás (Reino Unido)Michael Kurtyka, Ministro de Energia e Meio Ambiente, presidente da COP24 (Polônia) Steve Winberg, secretário adjunto de energia fóssil do Departamento de Energia (EUA) Khalid Abulief, negociador-chefe de acordos climáticos do Ministério de Energia e Recursos Petrolíferos (Arábia Saudita) Tim Thomas, vice-presidente da Mitsubishi Heavy Industries(Japão, filial de Houston) Hang Wang, diretor-geral adjunto do Centro Administrativo da Agenda 21 Ministério da Ciência e Tecnologia (China) Mechthild Worsdorfer, diretor de sustentabilidade, tecnologia e perspectivas da Agência Internacional de Energia (França) Cecil Conroy, diretor de assuntos governamentais do Sindicato Internacional dos Fabricantes de Caldeiras (EUA) Richard Jackson, presidente da Occidental Low Carbon Ventures e vice-presidente sênior de operações (EUA) Rich Powell, diretor executivo da ClearPath (EUA) (co-organizador do evento) Mike Monea, presidente e diretor executivo do Centro Internacional de Conhecimento em CCS (Canadá) (co-organizador do evento) 

O que é captura e armazenamento de carbono (CCS/CCUS)? 

A CCS é uma tecnologia limpa que, quando usada em grande escala, captura quantidades significativas de emissões de CO2 antes de serem lançadas na atmosfera. O processo de captura pode ser aplicado em setores como o do aço, cimento e da energia, como carvão e gás natural, para apoiar grandes cortes nas emissões. Armazenamento ou utilização e armazenamento referem-se à colocação do CO2 capturado a jusante, pois grandes quantidades de CO2 são armazenadas permanentemente em formações geológicas muito profundas, como o arenito ou campos de petróleo exauridos. Para obter mais informações, o programa de P&D de gás de efeito estufa IEA (IEAGHG): O que é CCS?

Sobre o Centro Internacional de Conhecimento em CCS (Centro de Conhecimento): Ativo desde 2016, sob a direção de um conselho independente, o Centro de Conhecimento foi estabelecido pela BHP e pela SaskPower, com autoridade para promover o entendimento global e a implantação da CCS em grande escala para reduzir as emissões globais de GEE. Fornece o know-how para implementar projetos de CCS em grande escala, bem como para a otimização de CCS por meio do aprendizado básico tanto das instalações do Boundary Dam 3 de CCS totalmente integrado, quanto do abrangente estudo de CCS de segunda geração, conhecido como estudo de viabilidade de CCS Shand. Para obter mais informações: https://ccsknowledge.com/

Para obter mais informações: Jodi Woollam, diretor de relações de comunicação e mídia, jwoollam@ccsknowledge.com; tel.: +1-306-565-5956/cel.: + 1-306-520-3710; ccsknowledge.com, +1.306.565. (KNOW) 5669/198 - 10 Research Drive/Regina, SK S4S 7J7 Canadá

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/893498/2479114_Logo.jpg

FONTE International CCS Knowledge Centre


© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.