RELEASES EMPRESARIAIS

QUINTA-FEIRA, 22 DE OUTUBRO DE 2020 - Horário 18:04
nbe
ECO/ PRNewswire - Consórcio e aluguel de longo prazo cresceram como alternativa para aquisição de veículos durante a pandemia

BRASÍLIA, Brasil, 22 de outubro de 2020 /PRNewswire/ -- A empresa brasiliense de tecnologia Logo IT divulgou nesta quinta-feira (22) os dados do  Sistema Integrado de Registro de Contrato (Sirec), que possui mais de 2,5 milhões de veículos e faz a integração entre os agentes financeiros dos contratos de financiamento de veículos junto aos Detrans nos estados de São Paulo, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraíba, Amapá, Maranhão, Pernambuco e Roraima.

De janeiro a setembro deste ano foram registrados 117.913 veículos adquiridos por meio de financiamento. Destes, 85.541 eram leves, 3720 pesados e 28652 motos. Nesta modalidade o pico de vendas ocorreu no mês de janeiro, com 18.360 unidades. O pior resultado foi em abril, com apenas 6.576 unidades registradas, tendo como resultado uma queda de 64,19%.

Vendas por financiamento de janeiro a setembro 2020:

JAN

FEV

MAR

ABR

MAI

JUN

JUL

AGO

SET

18360

14594

14486

6576

6915

10448

14716

13750

14417

O consórcio foi responsável por 70.477 aquisições de veículos. Diferentemente do que se percebeu com o financiamento, o melhor volume de vendas ocorreu em julho, com 9.182 unidades. O pior momento foi em maio, com apenas 4.115 vendas realizadas, apontando uma variação de 55,19%.

Vendas por consórcio de janeiro a setembro 2020

JAN

FEV

MAR

ABR

MAI

JUN

JUL

AGO

SET

8457

7646

7928

4759

4115

6455

9182

7529

7203

Embora usualmente os financiamentos sejam a forma mais comum de aquisição de veículos, no auge da pandemia outros meios se mostraram em maior evidência, como o aluguel de longo prazo, oferecido por locadoras e até mesmo revendas autorizadas.

"Percebemos que em 2020 aumentou significativamente o volume de aquisições de veículos para a formação de frotas já no início do ano. A modalidade teve uma queda em abril como todos os financiamentos, mas nos meses seguintes ocorreu um aumento ficando em patamares até acima dos meses anteriores", explica o diretor de tecnologia, David Fausltich.

Ele explica que o aumento de frotas parece estar ligado a dois motivos: a facilidade de utilizar um veículo por tempo pré determinado, sem precisar se preocupar com documentação, impostos, seguro e custo de manutenção, além do aumento de pessoas realizando a atividade de motorista de aplicativos.

"Temos que acompanhar de perto estes números e tendências a fim de ficarmos atentos a novas oportunidades. E a única maneira é acompanhar de maneira inteligente com pesado uso de tecnologia e até mesmo inteligência artificial, pontos que a Logo IT emprega em seus produtos para deixar o mercado o mais transparente possível aos seus clientes" explica Faulstich.

 

FONTE Logo IT


© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.