RELEASES EMPRESARIAIS

TERÇA-FEIRA, 30 DE MARÇO DE 2021 - Horário 8:02
nbe
ECO/ PRNewswire - Fortalecer a resiliência é a chave para o sucesso em 2021, diz a Pesquisa Global sobre Crises da PwC

- Mais de 70% dos entrevistados da pesquisa deste ano disseram que seus negócios foram afetados negativamente pela pandemia da COVID-19

- 20% dos entrevistados disseram que a pandemia teve um impacto geral positivo sobre suas empresas

- 75% dos entrevistados estão confiantes de que podem integrar o que aprenderam e revigorar sua resiliência organizacional

LONDRES, 30 de março de 2021 /PRNewswire/ -- Um ano após a Covid-19 ter sido declarada uma pandemia mundial, a segunda Pesquisa Global sobre Crises da PwC analisa a resposta da comunidade empresarial mundial à crise global mais perturbadora de nossos tempos. Mais de 2.800 líderes empresariais compartilharam dados e percepções, representando organizações de todos os tamanhos, em 29 setores e em 73 países.

A primeira pesquisa, publicada em 2019, revelou que 95% dos entrevistados esperavam uma crise nos dois anos subsequentes, mas não uma pandemia, que havia sido totalmente descartada das ameaças que os líderes empresariais afirmaram temer.  O ano passado ressaltou que o desafio da gestão de crises não é o de prever o futuro, mas sim de lidar com o imprevisível. As empresas devem se concentrar na construção de uma base de resiliência para resistir ao que vier em seguida.

Mais de 70% dos entrevistados da pesquisa deste ano disseram que seus negócios foram afetados negativamente pela pandemia, e 20% declararam que a crise teve um impacto geral positivo sobre suas empresas. As empresas de tecnologia e de cuidados com a saúde foram as mais propensas a serem impactadas positivamente, enquanto os setores de viagem e hospitalidade sofreram os efeitos mais negativos. As empresas que contaram com uma equipe dedicada à crise para orientar sua resposta a ela foram as que provavelmente tiveram mais sucesso.

"À medida que as empresas globais avaliam sua resposta à pandemia, os dados e percepções da pesquisa oferecem um roteiro sólido para repensar e fortalecer as capacidades de resiliência", disse Kristin Rivera, líder global sobre crises na PwC EUA. "Todos os olhos estão finalmente voltados para o futuro. Aprender com a maneira como as empresas reagiram à crise é um primeiro passo importante para construir a base correta para o que virá em seguida. O planejamento de crises, os programas de resiliência e a proteção e consideração das necessidades físicas e emocionais de seus funcionários são, todos, componentes da preparação para o inevitável."

A pesquisa da PwC revela que, mesmo com uma equipe bem definida dedicada a crises, as empresas precisam de um programa ágil de gestão de crises, que possa se adaptar para enfrentar vários tipos de dificuldades. Apenas 35% das empresas tinham um plano de resposta à crise que era "muito relevante", o que significa que a maioria das empresas não elaborou seus planos de forma que fossem "crise-agnósticos", marca fundamental de uma organização resiliente.

Com base nos resultados da pesquisa, a PwC compilou três maneiras como as empresas podem se preparar melhor para crises:

Elabore um plano estratégico de resposta a crises para mobilizar rapidamente, estabilizar as operações comerciais e responder de forma eficaz às ondas de choque de perturbações. Derrube os silos. Um programa integrado é essencial para a execução de uma resposta bem-sucedida à crise e para desenvolver resiliência em "tempos de paz". Priorize e desenvolva resiliência organizacional, não apenas para ter sucesso, mas para sobreviver.As empresas em melhor situação hoje foram significativamente mais propensas a dizer que já haviam dado atenção considerável à resiliência organizacional e planejado como responder a interrupções significativas nos negócios. Sete entre dez empresas planejam aumentar seus investimentos para desenvolver resiliência. E entre os líderes de risco, esse número chega a 9 entre 10.

"Desenvolver a resiliência em seu DNA organizacional requer que ela seja tratada como prioridade", disse David Stainback, líder de crises da PwC EUA. "A resiliência é fundamental para a maneira como uma organização resiste a perturbações e gera novas oportunidades."

De acordo com os entrevistados da pesquisa, a perspectiva para 2021 é positiva: na 24ª Pesquisa Global Anual da PwC entre CEOs, publicada no início deste mês, um recorde de 76% dos CEOs acreditam que o crescimento econômico global será melhor em 2021.

Esse otimismo está alinhado com os dados da Pesquisa Global sobre Crises da PwC de 2021, em que três entre quatro empresas estão confiantes de que podem integrar com sucesso o que aprenderam durante a crise e revigorar sua resiliência organizacional.

Baixe a série de relatórios em www.pwc.com/crisis-resilience e, para saber mais sobre a Pesquisa Global sobre Crises de 2021 e desenvolver resiliência, ouça os últimos episódios de nossa série de podcasts "Emerge stronger through disruption" (Fortaleça-se com as dificuldades). 

Sobre a PwC 

O objetivo da PwC é construir confiança na sociedade e resolver problemas importantes.  Somos uma rede de empresas em 155 países, com mais de 284 mil funcionários que estão comprometidos em oferecer qualidade em serviços de garantia, consultoria e tributários. Saiba mais e diga-nos o que é importante para você, acessando: www.pwc.com.

PwC refere-se à rede PwC e/ou a uma ou mais de suas empresas membros, cada uma das quais é uma entidade legal separada. Consulte www.pwc.com/structure para saber mais detalhes.

© 2021 PwC. Todos os direitos reservados.

Logotipo - https://mma.prnewswire.com/media/1121790/PWC_Logo.jpg

 

 

FONTE PwC


© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.