RELEASES EMPRESARIAIS

QUARTA-FEIRA, 20 DE JANEIRO DE 2021 - Horário 9:18
nbn
Sou Net - Por que o medo causa tantas consequências na vida de uma pessoa?







Situações atípicas, esporádicas ou que fazem o ser humano sair da zona de conforto, pode proporcionar um desconforto emocional.





Em 2020, a população lidou com situações às quais ninguém dessa geração já passou antes. Sabemos que em 1918, houve um fato bem parecido, porém o estilo de vida naquele período era totalmente diferente do que vivemos hoje. Na verdade, esse ano, foi um misto de emoções e sentimentos, pois quando foi notificado o Covid-19, o número de mortos e que atualmente não teria medicamento para a cura, a população se desesperou. Além disso, nunca tínhamos vivenciado um lookdown, ou seja, tudo foi fechado, houve toque de recolher e até mesmo o uso obrigatório de máscara. Nós não soubemos lidar com esse bombardeio de informações e, consequentemente, isso gerou medo, fobia, tristeza, ansiedade. Quando falamos em algo preocupante, o primeiro sentimento que aprimora é o medo. Essa característica, por exemplo, é uma ‘emoção’ que cada indivíduo pode expressar efeitos e intensidades de diferentes formas e, fazendo o paralelo ao Covid-19, nós estamos vivenciando um medo maior ainda, pois essa doença pode deixar traumas, sequelas ou levar até a morte.


No entanto, podemos realizar outras análises em relação ao medo, vamos supor que nossas vidas ou de qualquer outra pessoa que você ama está em risco, pode ter certeza que a intensidade desse sentimento aumentará, tornando-o uma fobia, logo que o significado metafórico desse termo é um sentimento mais exagerado, podendo assim causar traumas de lugares, objetos, pessoas ou animais.


Aí entra o seguinte questionamento: como enfrentar essa situação? Se a resposta fosse simples e lógica, com certeza não causaria tanto problema emocional nas pessoas. Porém, a primeira coisa a se fazer é ter consciência dos males dessa fobia, entender onde pode prejudicar. Nesses casos, é necessário procurar ajuda profissional, para cessar e reduzir consideravelmente essa situação. Além disso, a busca por um bom psicólogo, por exemplo, é o melhor caminho. Por isso, a clínica de psicologia Fabrício Freitas está à prontidão para te atender, seja presencialmente ou com atendimentos online para todo o Brasil e também no exterior. Atualmente, a clínica tem sede nas cidades de Viçosa, Ponte Nova e Guaraciaba e oferece soluções em saúde mental e bem estar. Fabrício tem experiência na área há 10 anos e é especialista em psicologia positiva e mentor de educação financeira. E, também atua no ramo de saúde mental e grupos terapêuticos.


“Trabalhamos com máximo de respeito e dedicação para cuidar daquilo que o ser humano tem de mais profundo: a autoestima. Hoje, meu maior foco é poder proporcionar ao meu paciente esse conforto, para que ele consiga lidar com os medos que a pandemia tem proporcionado”. O psicólogo ainda conclui que o medo é algo muito natural, mas quando está acima da média acaba criando uma desorganização em vários aspectos da vida. “Não tenha medo de ter medo. Além disso, outro item que a pessoa desenvolve é a insônia, que também é uma causa que transtornos mentais, resultando noites ‘sem fim’, ocasionando o aumento do medo.”


Tanto na clínica quanto atendimentos online, o psicólogo atua nas práticas psicoterapia, o qual é um método essencialmente importante no tratamento correto da fobia. Porém, para que seja eficaz, o profissional tem que optar pela escolha mais certeira para não mascarar o problema ou até mesmo intensificar o caso. Freitas completa que de acordo com o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtorno Mental, a fobia tem várias classificações, como, medo de animais, medo de machucados, sangue, altura e elevações é outro tipo de medo, e, por fim, medo relacionado às reações do seu corpo, como vomitar.






© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.