RELEASES EMPRESARIAIS

SEGUNDA-FEIRA, 6 DE MAIO DE 2019 - Horário 9:02
nbe
ECO/ PRNewswire - Telebras e Viasat levam Internet de alta velocidade para cerca de 900 mil alunos em quase 3 mil escolas públicas por meio do Programa GESAC do Governo Federal

BRASÍLIA, Brasil, 6 de maio de 2019 /PRNewswire/ -- A Telecomunicações Brasileiras S.A., Telebras, estatal brasileira prestadora de serviços de telecomunicações e a Viasat Inc. (NASDAQ: VSAT), empresa global de comunicações via satélite, anunciaram que aproximadamente 900 mil alunos em quase 3 mil escolas públicas e em áreas remotas em todo o Brasil já receberam acesso à internet de alta velocidade por meio do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC-1), sob a iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) por meio do Programa Governo Eletrônico - Serviço de Atendimento ao Cidadão (GESAC). Centenas de localidades adicionais também foram beneficiadas, como postos de fronteira das Forças Armadas, unidades de saúde pública e aldeias indígenas.

Nessa parceria, a Telebras é responsável pela gestão, comercialização e operação do satélite SGDC-1, enquanto a Viasat fornece seus equipamentos e serviços terrestres satelitais amplamente consolidados no mercado internacional. Em conjunto, as empresas estão focadas em maximizar a utilização do SGDC-1, para levar serviços de banda larga de alta capacidade para comunidades onde o serviço de internet é historicamente indisponível.

A maioria das localidades atendidas estão no Norte e Nordeste do país, com foco prioritário em comunidades remotas e de difícil acesso ? algumas sem sinal de telefonia ou apenas com infraestrutura básica de internet.

Segundo o presidente da Telebras, Waldemar Gonçalves, a viabilização do projeto SGDC-1, por meio da parceria, fortalecerá a Telebras como empresa estratégica do Governo e melhorará a vida de milhões de brasileiros que hoje estão desconectados. "O SGDC-1 é um projeto de Estado que, além de proporcionar o desenvolvimento tecnológico ao Brasil, significantemente reforça a segurança às comunicações estratégicas, reforçando a soberania nacional".

Até o fim do ano, a Telebras e a Viasat esperam conectar mais de 8 mil escolas e 400 unidades de saúde pelo país, priorizando inicialmente os estados mais carentes de infraestrutura de internet em banda larga. Ao total, a política pública do Gesac prevê cerca de 15 mil pontos instalados antes do final deste ano.

Ajuda em Pacaraima e Brumadinho Em outubro de 2018, o Tribunal de Contas da União (TCU) entendeu como legal a parceria entre a Telebras e a Viasat e permitiu a instalação das antenas e infraestrutura terrestres, permitindo o funcionamento do SGDC-1. A disponibilização do satélite tem sido crucial nos últimos meses, especialmente no apoio a situações humanitárias e de emergência, por exemplo, em Pacaraima e em Brumadinho.

Pacaraima, no estado de Roraima, localizada na fronteira com a Venezuela, foi a primeira cidade a receber o acesso à internet via satélite pelo programa Gesac. O sistema foi instalado em março de 2018, atendendo postos de fronteira das Forças Armadas, unidades de saúde, aldeias indígenas, além de escolas públicas conectando milhares de alunos. A região tem enfrentado uma crise humanitária, recebendo milhares de refugiados venezuelanos em busca de abrigo no Brasil. "Foi um dos primeiros locais a ser considerado para o serviço satelital sob a iniciativa do Gesac, que estava em situação emergencial, em um local de difícil acesso. A internet via satélite foi a solução mais viável em termos de custo, velocidade de instalação e qualidade do sinal", afirma Lisa Scalpone, vice-presidente e gerente geral para a Viasat do Brasil.

Outro exemplo da importância do SGDC-1 foi na prestação de serviços críticos de comunicação durante a tragédia de Brumadinho, em janeiro de 2019, na qual uma barragem da Vale rompeu e atingiu a região. Imediatamente, a parceria Telebras-Viasat conseguiu instalar rapidamente um sistema de comunicação via satélite para auxiliar as equipes de resgate na operação de salvamento, facilitar o contato com hospitais e a comunicação entre parentes das vítimas. Em menos de uma semana, a equipe da Telebras-Viasat instalou 22 antenas de serviços de comunicações via satélite, cada uma com velocidades de 20 Mbps. O serviço foi oferecido gratuitamente ao Comando Central de Operações, à Polícia Federal e Militar de Minas Gerais, à Aeronáutica, ao Corpo de Bombeiros, à Defesa Civil, aos militares israelenses em apoio às operações de campo, ao serviço de registro de famílias necessitadas e a comunidade em geral na região. O tráfego total de voz e dados pelo satélite da Telebras ultrapassou 300 GB, o que comprovou a necessidade de tais soluções em situações de emergência.

Sobre a Viasat A Viasat é uma empresa global de telecomunicações que acredita que todos no mundo podem estar conectados. Por mais de 30 anos, a Viasat ajudou a moldar como os consumidores, empresas, governos e militares em todo o mundo se comunicam. Atualmente, a empresa está desenvolvendo a mais moderna rede global de telecomunicações para fornecer conexões rápidas, seguras, acessíveis e de alta qualidade para impactar a vida das pessoas em qualquer lugar - no solo, no ar ou no mar. Para saber mais sobre a Viasat, visite: www.viasatdobrasil.com.br, acesse o blog corporativo da Viasat ou siga a empresa nas redes sociais em: Facebook, Instagram, LinkedIn, Twitter ou YouTube.

Sobre a Telebras A Telebras é uma sociedade empresarial de economia mista e de capital aberto, vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). É hoje identificada como o braço de telecomunicações do Estado na execução de políticas públicas para o setor e na garantia estratégica de uma rede privativa e segura para o tráfego de informações da administração pública. O projeto SGDC e os seus mais de 26 mil quilômetros de fibras ópticas formam a mais moderna e abrangente rede de telecomunicações do Brasil, oferecendo cobertura em todo o território nacional.

Declarações prospectivas Este press release contém declarações prospectivas que estão sujeitas aos portos seguros criados sob o Securities Act de 1933 e Securities Exchange Act de 1934. Declarações prospectivas incluem, entre outras, declarações sobre os benefícios do acordo estratégico entre Viasat e Telebras; o fortalecimento da Telebras; melhoria de vidas; e o número e a priorização de sites que serão conectados no futuro. Os leitores são advertidos de que os resultados reais podem diferir materialmente daqueles expressos em qualquer declaração prospectiva. Os fatores que podem fazer com que os resultados reais sejam diferentes incluem: a capacidade das partes de integrar e operar com sucesso o novo acordo estratégico e alcançar sinergias esperadas e outros benefícios; a capacidade de atrair e reter funcionários-chave para o novo acordo estratégico; o impacto da concorrência; a capacidade de desenvolver produtos e tecnologias; o impacto das mudanças nos mercados financeiros e nas condições econômicas globais; riscos associados à operação da infra-estrutura do segmento terrestre da Viasat; riscos associados à operação do satélite da Telebras, que deve ser usado para fornecer novos serviços de Internet, incluindo o efeito de qualquer anomalia, falha operacional ou degradação no desempenho do satélite; redução da demanda por produtos como resultado de restrições nos gastos de capital pelos clientes; mudanças nos relacionamentos ou na condição financeira dos principais clientes ou fornecedores; dependência de um número limitado de terceiros para fabricar e fornecer produtos; e outros fatores que podem ser detalhados de tempos em tempos nos anúncios públicos da Companhia e nos arquivos da SEC. Consulte os fatores de risco contidos nos arquivos SEC da Viasat disponíveis em www.sec.gov, incluindo o Relatório Anual mais recente da Viasat no Formulário 10-K e os Relatórios Trimestrais no Formulário 10-Q. Os leitores são advertidos a não depositar confiança indevida em quaisquer declarações prospectivas, que se referem apenas à data em que são feitas. A Viasat não assume nenhuma obrigação de atualizar ou revisar quaisquer declarações prospectivas por qualquer motivo.

Copyright © 2019 Viasat, Inc. Todos os direitos reservados. Viasat é uma marca registrada da Viasat, Inc. O logotipo da Viasat é uma marca comercial da Viasat, Inc. Todos os outros nomes de produtos ou empresas mencionados são usados apenas para fins de identificação e podem ser marcas comerciais de seus respectivos proprietários.

 

FONTE Viasat, Inc.


© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.