RELEASES EMPRESARIAIS

QUARTA-FEIRA, 4 DE SETEMBRO DE 2019 - Horário 13:16
nbe
ECO/ PRNewswire - A Infused Products International, baseada em Calgary, consegue vantagem de pioneira na obtenção de licença para maconha no Caribe

CALGARY, Alberta, 4 de setembro de 2019 /PRNewswire/ -- A Infused Products International Ltd. (IPI) tem o prazer de anunciar que sua subsidiária, a Cedar Holdings SVG, recebeu uma das primeiras de todas as licenças na nação de São Vicente e Granadinas no Caribe para cultivar, processar e exportar produtos derivados da maconha. O parlamento do país criou as bases para este novo e promissor setor no ano passado, com a aprovação da Lei para o Setor da Maconha Medicinal (Medicinal Cannabis Industry Act).

"Essa é uma das licenças mais desejáveis no florescente setor global da maconha", disse Angus Taylor, executivo-chefe da IPI. "Trabalhamos muito bem com o regulador em São Vicente e obtivemos acesso a uma das primeiras licenças para a produção legal e regulada da maconha no Caribe. Isso nos concede a habilidade de, não somente cultivar, mas também processar, vender e exportar ingredientes de maconha certificáveis, para uso em produtos medicinais acabados, para os mercados internacionais".

A Cedar Holdings SVG é uma subsidiária integral da IPI, uma empresa baseada no Canadá com matriz em Calgary, Alberta, que se concentra na produção e distribuição de ingredientes de qualidade farmacêutica a partir da planta da maconha. A equipe de liderança da IPI tem um histórico comprovado no setor da maconha e é liderada por Angus Taylor, um dos co-fundadores da marca mais bem-sucedida de maconha no varejo do Canadá, a NewLeaf Cannabis. O Sr. Taylor foi importante no crescimento da NewLeaf a partir de uma startup com quatro funcionários até uma das principais marcas de maconha do Canadá com mais de 300 funcionários e finalmente posicionando a NewLeaf para venda para uma empresa pública por uma receita líquida de CAD$ 32 milhões.

"A profunda experiência de nossa equipe de gerenciamento, incluindo a habilidade comprovada de Angus Taylor de criar valor para os investidores, destaca a IPI das outras operadoras nesse espaço", disse o sócio fundador e executivo-chefe de operações, Craig Stenhouse. "Há poucos indivíduos como Angus que tenham conduzido com sucesso uma startup até uma saída de grande escala no setor da maconha, e pretendemos aplicar essa experiência às nossas operações em São Vicente".

A IPI espera obter vantagem competitiva da operação em um país equatorial, com uma temporada de cultivo ao ar livre de 12 meses, onde a empresa garantiu um excelente local para seu laboratório certificado de extração de qualidade farmacêutica e 14.000 metros quadrados adicionais de espaço para o cultivo. O clima tropical do Caribe elimina a necessidade de despesas de capital excessivas com sistemas de cultivo em espaços fechados, exigidos nas regiões de cultivo mais ao norte, diminuindo os custos de produção da IPI. A empresa está também trabalhando para desenvolver parcerias mutuamente vantajosas pelo país, as quais criarão benefícios positivos para a população de São Vicente.

"Nosso governo adotou uma abordagem bastante cuidadosa para a legalização da produção e exportação de maconha medicinal e acredito que isso criou um ambiente atrativo para investimentos em negócios", declarou o ministro da agricultura, silvicultura, pescaria, transformação rural, indústria e trabalho de São Vicente e Granadinas, Saboto Caesar. "Estamos empolgados por empresas como a IPI, com credibilidade comprovada no setor da maconha, terem escolhido nosso país insular para seus investimentos. Esperamos que seu sucesso futuro resulte em impactos sociais e econômicos positivos para nosso povo".

A obtenção desta licença em São Vicente e Granadinas se baseia em uma licença de pesquisa preliminar concedida à empresa em fevereiro de 2019, a qual permitiu que a Cedar Holdings SVG colabore com os ministérios do governo local para cultivar a maconha com os propósitos de pesquisa e desenvolvimento. Desde fevereiro deste ano, a IPI vem trabalhando com a Agência de Padrões e com a Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento da Maconha dentro do portfólio do ministro Caesar para o desenvolvimento de algumas das infraestruturas iniciais que serão necessárias para suas operações comerciais.

O anúncio feito hoje é um marco significativo para o avanço do plano de negócios da IPI de se tornar uma líder reconhecida na inovação dos produtos de maconha com capacidades de distribuição internacional. A empresa agora tem uma linha de visão de fornecer produtos de maconha medicinal certificados para um crescente mercado internacional, incluindo Europa e América do Sul, os quais estão prestes a entrar na economia global da maconha. O mercado legal da maconha no mundo tem previsão de crescer para quase US$ 200 bilhões até 2025, com demanda por maconha devendo ultrapassar o fornecimento naquela data. Com a obtenção de sua licença para maconha comercial em São Vicente e Granadinas, a IPI agora se concentrará na execução de seu plano de negócios para alcançar seus objetivos de receita e crescimento.

Com o desenvolvimento de seu plano de negócios, a IPI está comprometida em criar valor compartilhado tanto para seus investidores quanto para a comunidade local. A empresa tem trabalhado rigorosamente durante os últimos dois anos para criar relacionamentos locais e se estabelecer como uma pioneira no Caribe. Boa parte deste embasamento foi conduzida pelo sócio-fundador e vice-presidente para o Caribe, Alexis Charles, que foi importante no estabelecimento da presença local da IPI em São Vicente.

A IPI está posicionada para se beneficiar de sua abordagem colaborativa com fazendeiros locais, proprietários de terras e com os representantes dos mais altos níveis do governo. A IPI é a única empresa com uma parceria formal com o Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Agrícola do Caribe (CARDI ? Caribbean Agricultural Research and Development Institute) em São Vicente e Granadinas. Esse relacionamento permite que a IPI seja parceira e colabore com uma organização científica regional com o principal objetivo de renovar o setor agrícola local com pessoas entusiasmadas, inovação e pesquisa.

Para mais informações, incluindo informações para contato, visite o site da empresa no endereço http://infusedproduct.ca/ 

Este comunicado para a imprensa contém informações prospectivas dentro do significado das leis aplicáveis de títulos e valores mobiliários relacionadas com o setor da maconha e declarações em relação ao crescimento futuro da IPI. Apesar de a corporação acreditar, em vista da experiência de seus representantes e diretores, condições atuais e desenvolvimentos futuros esperados e outros fatores que foram considerados como apropriados, que as expectativas refletidas nessas informações prospectivas sejam razoáveis, confiança indevida não deve ser dada a tais informações porque a corporação não pode garantir que elas estejam corretas. Os leitores são advertidos a não confiarem indevidamente em informações prospectivas. Os resultados e desenvolvimentos verdadeiros podem ser substancialmente diferentes daqueles contemplados nestas declarações. As declarações neste comunicado para a imprensa foram feitas na data do comunicado. A corporação não assume qualquer obrigação de comentar as análises, expectativas ou declarações feitas por terceiros em relação à corporação.

Craig Stenhouse, contact@infusedproduct.ca

FONTE Infused Products International


© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.