RELEASES EMPRESARIAIS

QUARTA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2019 - Horário 11:45
nbe
ECO/ PRNewswire - Primeira travessia Leste-Oeste autônoma e não tripulada do Oceano Atlântico completada pela Saildrone, Inc.

NEWPORT, Rhode Island, 23 de outubro de 2019 /PRNewswire/ -- Um veículo de superfície não tripulado de sete metros (23 pés) de comprimento, conhecido como SD 1021, se tornou o primeiro veículo autônomo a completar a travessia Leste-Oeste do Oceano Atlântico. Em 15 de agosto de 2019, o SD 1021 partiu de Lymington, Reino Unido, velejando em rota direta pelo Atlântico Norte, para completar a travessia em 22 de outubro de 2019, em Newport, Rhode Island. A travessia de 3402 milhas náuticas (6301,59 km) levou 68 dias.



Em janeiro de 2019, o SD 1021 originalmente iniciou em Newport a sua aventura pelo Atlântico, numa missão científica para medir o calor e o carbono na corrente do Golfo. Depois de parar nas Bermudas para manutenção, o SD 1021 então continuou a velejar ? seguindo a corrente do Golfo ? para a Europa, chegando ao estreito de Solent, costa sul da Inglaterra. Depois da jornada de volta para Newport, o SD 1021 não somente mantém o recorde da mais rápida travessia não tripulada do Atlântico, mas é a única tecnologia de superfície não tripulada a ter completado uma travessia em ambas as direções.

"A resistência, a confiabilidade e capacidades de medições científicas da plataforma Saildrone continuam cada vez mais a crescer", disse Richard Jenkins, o fundador e CEO da Saildrone. "Durante 2019, nossos saildrones circunavegaram a Antártica, passaram 700 dias no Ártico pegando amostras das margens de gelo em retração, completaram nossa primeira pesquisa no Mar do Norte e então cruzaram o hostil Atlântico Norte em ambas as direções. Não há parte do oceano descongelado que não possamos medir agora".

SOBRE A SAILDRONE

A Saildrone, Inc. é uma provedora de dados atmosféricos e oceanográficos de alta resolução, coletados por sua robusta frota de 100 veículos de superfície autônomos não tripulados, chamados saildrones. Movidos a energia eólica e solar e com pegada zero de carbono, os USVs da Saildrone são equipados com um pacote de sensores de grau científico para coletar dados usados em pesquisas de oceanos e previsões do tempo. Os saildrones podem permanecer por até 12 meses no mar, transmitindo dados de tempo real, via satélite.

Para mais informações sobre esta e outras missões da Saildrone, visite:

https://www.saildrone.com/news/first-autonomous-vehicle-atlantic-crossing-east-west 

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1016056/Saildrone_SD1021.jpg 

 

 

FONTE Saildrone, Inc.


© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.