RELEASES EMPRESARIAIS

QUARTA-FEIRA, 24 DE JUNHO DE 2020 - Horário 11:44
nbe
ECO/ PRNewswire - Diageo cria fundo global de US$ 100 milhões (meio bilhão de reais) para apoiar reabertura de bares e restaurantes ao redor do mundo

SAO PAULO, 24 de junho de 2020 /PRNewswire/ -- A Diageo, líder mundial em bebidas alcoólicas premium e proprietária da marca Ypióca, acaba de anunciar uma iniciativa global para apoiar bares a se recuperarem depois da pandemia da Covid-19 e voltarem a receber clientes de forma segura,  apoiando a manutenção de empregos e comunidades ao redor do mundo.

O Movimento Pró-Bar ? Estamos Juntos! é um programa de dois anos, que vai oferecer para estabelecimentos do setor de todo o mundo acesso gratuito a treinamentos e suporte on-line por meio do Diageo Bar Academy. Além disso, a companhia vai destinar US$ 100 milhões (cerca de R$ 500 milhões) em auxílios para a recuperação de bares e restaurantes em cidades ao redor do mundo, incluindo São Paulo, Nova Iorque, Londres, Edimburgo, Dublin, Belfast, Cidade do México, Shanghai, Déli, Mumbai, Bangalore, Nairóbi, Dar es Salaam, Kampala, Sydney, entre outras.

"Bares e restaurantes estão no coração das comunidades. Muitos pontos de venda foram afetados por essa crise e precisam urgentemente de ajuda para reabrir suas portas. Esses estabelecimentos desempenham um papel essencial no encontro de pessoas para socializar e celebrar - algo que todos perdemos tanto durante esta terrível crise - e geram centenas de milhões de empregos, muitas vezes o primeiro da carreira de uma pessoa", comenta Ivan Menezes, CEO global da Diageo.

A partir de 24 de junho, os estabelecimentos interessados em fazer parte do Movimento Pró-Bar devem se cadastrar por meio da plataforma Diageo Bar Academy www.diageobaracademy.com. Na plataforma, os participantes terão acesso a treinamentos on-line e acesso às melhores práticas do setor, além de participarem de pesquisas globais enquanto reconstroem o seu negócio.

O Movimento Pró-Bar foi criado a partir de pesquisa com proprietários de bares para identificar as principais prioridades para a reabertura de seus negócios. As principais preocupações incluem medidas de higiene, suporte digital e equipamentos práticos que transformem a forma de trabalho na retomada das atividades. O fundo será direcionado para obtenção desses materiais e equipamentos.

"Nós ouvimos em primeira mão os nossos parceiros, como bares, que pertencem a um dos setores mais afetados pela pandemia. Nós sabemos como essas empresas são essenciais para promover a unidade e a celebração; algo que faz parte da nossa cultura e que sentimos falta hoje", afirma Alberto Gavazzi, presidente da Diageo para América Latina & Caribe. "O objetivo desta iniciativa é apoiar a recuperação de um setor-chave para a criação de empregos e recuperação econômica da região", complementa.

O investimento no Brasil será de R$ 15 milhões destinado a bares da cidade de São Paulo e outras localidades a serem definidas. "Queremos que esse fundo, aliado a outras iniciativas da empresa para esse momento da retomada, ajude a reerguer o setor, que sofreu um grande impacto com a crise", afirma Gregorio Gutiérrez, presidente da Diageo para Paraguai, Uruguai e Brasil.  "Vamos avaliar e aplicar os recursos de forma disciplinada para que realmente possamos nos levantar juntos e fortalecidos dessa crise".

A atuação da Diageo no fortalecimento dos bares brasileiros é de longa data. Desde 2000, o programa Learning For Life capacitou 21 mil pessoas de baixa renda para a profissão de bartender. Já a plataforma Diageo Bar Academy treinou mais de 2 mil bares e 10 mil profissionais da área desde 2017. Em maio deste ano, com parte dos lucros obtido no e-commerce TheBar.com, a empresa criou um fundo de R$ 450 mil de apoio aos bartenders. A companhia disponibilizou cursos online remunerados de R$ 200 para ajudar na formação e capacitação dos profissionais da área de bares e restaurantes, além do apoio financeiro. A ação contou com 2.250 pessoas remuneradas.

Um dos mais impactados, setor emprega milhões de pessoas em todo o mundo Segundo previsão da Organização Internacional do Trabalho, 436 milhões de empresas em todo o mundo enfrentam sérios problemas financeiros e um em cada seis jovens ficará desempregado devido à pandemia da Covid-19. E o setor de bares e restaurantes, que emprega centenas de milhões de pessoas em período integral e em período parcial, sofreu um impacto generalizado.

Para a Diageo, à medida que os governos começam a facilitar a circulação de pessoas, o público vai desejar se reunir novamente, mas com segurança. Ao fornecer acesso a suporte digital, tecnológico, treinamento e equipamentos gratuitos, a companhia visa ajudar qualquer bar, em qualquer lugar do mundo a abrir suas portas novamente.

FONTE Diageo


© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.