RELEASES EMPRESARIAIS

SEGUNDA-FEIRA, 29 DE JUNHO DE 2020 - Horário 10:02
nbe
ECO/ PRNewswire - RevImmune anuncia estudo clínico de fase II do fator de crescimento para células T, o CYT107, para tratamento da COVID-19

BETHESDA, Maryland, 29 de junho de 2020 /PRNewswire/ -- A RevImmune, empresa de biotecnologia privada que desenvolve a imunoterapia CYT107 para tratamento de doenças infecciosas e câncer, anunciou hoje que lançou o estudo clínico de fase II "ILIAD" para o tratamento da COVID-19.

Muitos estudos clínicos da COVID-19 se focaram em reduzir a fase hiperinflamatória que ocorre, frequentemente, em pacientes com COVID-19 e pode causar danos substanciais. No entanto, há um crescente reconhecimento de que a fase hiperinflamatória é geralmente temporária e é, frequentemente, seguida por um estágio de exaustão imune e perda de células T. A terapia com CYT107 é projetada para aumentar substancialmente o número de células T imunes e corrigir a exaustão imune.

O CYT107 é uma forma terapêutica do fator de crescimento superior para células T humanas: Interleucina-7 (IL-7). O CYT107 foi administrado em mais de 440 pacientes em estudos clínicos e é conhecido por aumentar substancialmente o número e a diversidade das células T, incluindo em pacientes em UTIs, com níveis de células T baixos ou exauridos por causa de infecções devastadoras. O CYT107 tem um excelente perfil de segurança, mesmo em pacientes muito doentes.

O estudo clínico de fase II "ILIAD" do CYT107 para a COVID-19 foi selecionado pelo Sistema Nacional de Saúde do Reino Unido com a designação de "prioridade nacional urgente de saúde pública". O estudo clínico se iniciou no Reino Unido em meados de maio e está inscrevendo pacientes em 10 unidades clínicas no Reino Unido. O estudo clínico se iniciou na França e na Bélgica no início de junho. A preparação para o estudo clínico está em andamento nos EUA.

Além do estudo clínico para a COVID-19, a RevImmune também tratou 12 pacientes com COVID-19 em uma base de uso compassivo. Os dados de casos de uso compassivo dão suporte ao projeto do estudo clínico ILIAD e está em processo de publicação revisada por pares.

Os efeitos do CYT107/IL-7 na restauração dos níveis imunológicos são rápidos e duráveis. O tratamento envolve apenas duas administrações por semana, de duas a quatro semanas. Nos estudos clínicos, até hoje, os efeitos foram observados no decorrer de dias, após o início da administração do CYT107, e se observou que continuam por até um ano após a administração por duas a quatro semanas. O efeito duradouro do CYT107 para manter o aumento das células imunes com o tempo é importante para prevenir infecções tardias, que constituem uma causa frequente de recaídas e readmissão de pacientes em hospitais.

O CYT107/IL-7 também pode ser prontamente combinado com outros tratamentos. Por exemplo, o CYT107/IL-7 pode ser combinado com tratamentos tais como o Remdesivir, outros tratamentos antivirais e/ou tratamentos anti-inflamatórios. Portanto, o CYT107 oferece um meio novo de melhorar o tratamento da COVID-19 e outras doenças infecciosas por fortalecer, com segurança, o próprio sistema imune do paciente.

A RevImmune está colaborando com uma equipe de proeminentes especialistas em tratamento crítico e imunologia, incluindo o Dr. Manu Shankar-Hari, principal pesquisador e líder da coorte do estudo clínico no Reino Unido, o Dr. Bruno François, principal pesquisador e líder da coorte do estudo clínico na França e na Bélgica, o Dr. Richard Hotchkiss e o Dr. Ken Remy da Universidade Washington em St. Louis, o Dr. Lyle Moldawer e o Dr. Scott Brakenridge da Universidade da Flórida em Gainesville e o Dr. Martin A. "Mac" Cheever, diretor da Rede de Estudos Clínicos da Imunoterapia do Câncer (CITN ? Cancer Immunotherapy Trials Network) do Centro de Pesquisa do Câncer Fred Hutchinson. 

O Dr. Remy declarou: "Dados dos últimos meses vindos da China, Itália e EUA demonstraram que os pacientes com infecções da COVID-19 tiveram perdas prolongadas e graves de linfócitos, com uma profunda supressão imune. Pacientes que sucumbiram à COVID-19 têm as perdas mais graves de linfócitos e uma incidência de 50% no desenvolvimento de infecções secundárias adquiridas no hospital".

O Dr. Hotchkiss explicou: "O IL-7 tem uma atividade antiviral bem documentada em pacientes imunossuprimidos com HIV, hepatite C e vírus JC. Além disso, em um estudo clínico de fase II em múltiplos centros que realizamos com a RevImmune, o CYT107 também reverteu a linfopenia (baixos níveis de células T) e melhorou a imunidade em pacientes com sepsia potencialmente letal. Acreditamos que o IL-7/CYT107 representa um novo método importante para o tratamento de pacientes imunossuprimidos com uma variedade de doenças infecciosas".

Sobre a RevImmune

A RevImmune é uma empresa de biotecnologia privada, sediada na França, EUA e Reino Unido. A RevImmune está empreendendo múltiplos estudos clínicos de fase II com o CYT107, para tratamento da sepsia, certas doenças infecciosas e certos tipos de câncer. Mais de 440 pacientes foram tratados com o CYT107 em estudos clínicos anteriores da RevImmune de diversas doenças virais e sepsia. O CYT107 mostrou um excelente perfil de segurança e resultados encorajadores nesses estudos clínicos.

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/1196997/RevImmune_Logo.jpg

 

FONTE RevImmune Inc


© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.