RELEASES EMPRESARIAIS

SEGUNDA-FEIRA, 13 DE JULHO DE 2020 - Horário 9:02
nbe
ECO/ PRNewswire - A AMN ultrapassa o marco de 1 bilhão de chamadas telefônicas por ano

LONDRES, 13 de julho de 2020 /PRNewswire/ -- A Africa Mobile Networks (AMN) tem o prazer de anunciar que agora processa mais de 1 bilhão de chamadas telefônicas anualmente para os assinantes em áreas rurais anteriormente não conectadas na África subsaariana.

Em junho de 2020, a AMN processou 91.623.222 chamadas de voz, representando uma taxa anualizada de 1.1 bilhão de chamadas por ano, além de quase 6 terabytes (6.000 GB) de dados. Esses serviços são fornecidos para usuários rurais na África subsaariana, os quais anteriormente eram em sua maioria não conectados, antes do investimento da AMN na infraestrutura da rede móvel. A AMN agora é proprietária e opera aproximadamente 1.200 estações de base, servindo a uma população de 4 milhões de pessoas em 8 países: Nigéria, República Democrática do Congo, Camarões, Guiné, Zâmbia, Bissau, Libéria e Congo. Os serviços de redes móveis 2G/3G/4G são fornecidos pela AMN em nome de operadoras de redes móveis licenciadas de primeira linha em cada um dos países.

A AMN está instalando novas estações de base a uma taxa de cerca de 200 por mês e até o final de 2020 terá quase 2.000 estações de base. A AMN tem por objetivo final fornecer serviços de rede móvel para mais de 60 milhões de pessoas em até 30 países com mais de 20.000 estações de base. As soluções da AMN são 100% onipresentes, sem restrições devido à energia ou conectividade de retorno e podem ser implantadas em qualquer lugar em todo o continente sem exceções.

O sucesso da AMN foi baseado em soluções de capex e opex ultra-baixas e um inovador modelo comercial pronto para usar de Rede-como-um-Serviço (NaaS ? Network-as-a-Service), o qual permite a AMN fornecer serviços de rede móvel de forma econômica para menores comunidades como nunca foi possível anteriormente. A AMN pode agora servir a comunidades tão pequenas quanto 500 pessoas com sustentabilidade econômica de longo prazo. Todas as principais operadoras pan-africanas de primeira linha formam parceria com a AMN para ampliar a cobertura de sua rede profundamente na África rural. A AMN oferece um modelo NaaS pronto para usar com modelos tanto de compartilhamento de receita quanto opex comercial para a operadora, onde o compartilhamento de receita significa nenhum risco de opex bem como nenhum investimento capex para a operadora e o modelo opex permite que os locais sejam construídos em qualquer lugar especificado pela operadora.

Sobre a AMN 

A Africa Mobile Networks, estabelecida em 2013, tem matriz no Reino Unido com empresas subsidiárias operando em 10 países da África Subsaariana. A visão da AMN é a de que nenhuma comunidade de qualquer tamanho na África fique sem acesso econômico a serviços essenciais de telecomunicações de voz e dados. A missão da AMN é construir mais de 20.000 estações de base de rede móvel, fornecendo serviços de telecomunicações de 2G, 3G e 4G (e futuramente 5G) para comunidades anteriormente não conectadas. A AMN tem o apoio da Intelsat, operadora da maior rede integrada de satélite e terrestre do mundo, como uma investidora, acionista e provedora de acesso à capacidade de satélite de alta qualidade e alta produtividade por toda a África. A AMN desfruta de uma forte parceria com uma gigante global de Internet para acelerar a inclusão de serviços de 3G/4G para fornecer aos usuários rurais acesso aos mesmos aplicativos de informações e mídia social que são desfrutados pelo resto do mundo.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1213012/AMN_20m_Tower_DRC.jpg Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1213013/AMN_12m_Tower_Zambia.jpg

 

 

FONTE Africa Mobile Networks (AMN)


© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.