RELEASES EMPRESARIAIS

QUARTA-FEIRA, 15 DE JULHO DE 2020 - Horário 13:51
nbe
ECO/ PRNewswire - Utilizar uma metodologia comprovadamente eficaz para mapear o eleitorado e conhecer seus eleitores fiéis e indecisos, é determinante e crucial numa corrida eleitoral

SÃO PAULO, 15 de julho de 2020 /PRNewswire/ -- A metodologia NPS é amplamente utilizada por grandes empesas no mundo todo para entender a percepção do mercado com relação a sua marca. Não apenas em uma visão global da empresa, mas também em todas as suas dimensões como produto, processos, pessoas, atendimento entre outros. Este mesmo processo pode e deve ser utilizado no meio público para que futuros governantes possam ouvir verdadeiramente a aqueles que estão os elegendo e trabalhar em cima dessa necessidade. Dando um passo atrás, no momento da eleição, ouvir o que o povo quer, segmentar esse público e divulgar conteúdos de interesse para cada um desses segmentos, além de direcionar estratégias de campanha baseado nesses dados, é crucial e determinante na vitória de candidatos para as próximas eleições.

É comprovado que os clientes classificados como promotores trabalham efetivamente como vendedores de sua marca / produtos, através de indicação. Atualmente boa parte dos consumidores levam em consideração a opinião de amigos, parentes e de comentários na internet, antes de tomar uma decisão de compra de algo. Conseguir mapear quem são os promotores que apoiam positivamente nesse processo decisório é fundamental para manter uma comunicação ativa com essa audiência e realizar ações que garantam que esse público aumente. Da mesma forma, na outra ponta, os detratores falam mal e não recomendam a empresa e seus produtos. Grandes empresas estão atentas a isso para agir rapidamente e reverter casos de clientes insatisfeitos para que isso não vire um problema que se escala rapidamente.

Pensando nisso a empresa Bten (https://www.bten.com.br/) utilizou a mesma metodologia para apoiar candidatos de cargos públicos nas próximas eleições a mapear seu eleitorado e direciona as ações de marketing de forma mais assertiva. Afonso Neto, COO da Bten comenta a efetividade desse tipo de mapeamento "As pesquisas eleitorais realizadas atualmente dão uma visão limitada da intenção de voto de cada candidato, por exemplo, quando perguntam se você votaria num candidato X você responde SIM ou NÃO, mas a resposta não é tão simples assim, se você voltar a mesma pessoa que respondeu SIM e perguntar, numa escala de 0 a 10 qual a chance de você votar nesse candidato? A resposta pode ser 8 e pela metodologia NPS essa nota não é de um promotor (eleitor fiel) e sim de um PASSIVO (indeciso), ou seja, ele disse sim, mas ainda não com tanta certeza, podendo mudar sua opinião. Agora, se ele respondesse 9 ou 10, ele já é um eleito fiel daquele candidato e não apenas irá votar, como irá indicar para amigos e conhecidos aquele voto, trabalhando espontaneamente pela eleição".

Além de classificar o público, os candidatos a cargo público precisam entender os anseios de cada um, da mesma forma que empresas privadas fazem com seus clientes. Em última análise, o eleitor é um cliente de cada candidato a servidor público. Para entender os anseios de seu mercado, é preciso aprofundar um pouco mais olhar, conforme explica Samuel Pereira, CMO da Bten "Logo após classificarmos o público em Eleitores Fiéis, indecisos e detratores, coletamos mais informações de acordo com a classificação do respondente, por exemplo, os motivos dele ser um detrator ou eleito fiel, o que eles procuram no candidato, qual tema público é mais importante e urgente que o candidato deveria trabalhar. Com isso em mãos é possível direcionar a resposta via campanhas de Marketing, para cada público segmentado, com planos de ação para levá-los ao segmento de eleitores fiéis promotores do candidato. Da mesma forma é preciso dar voz aos fiéis promotores e incentivando que eles apoiem na campanha. Com isso em mãos conseguimos dar uma análise profunda e clara para que candidato possa montar seu plano de eleição e de governo, caso seja eleito, atendendo o que seu "público" procura verdadeiramente.".

O ganho de votos é natural em todo esse processo de comunicação. Ao conseguir atingir público correto, dando a informação de como o candidato irá atuar nos itens que eleitor tem interesse, é fundamental nesse momento que somo bombardeados com diversas informações de todos os lados. Informações que nem sempre é o que procuramos ou que chamam nossa atenção. Atingir o público correto com a informação correta é traduzido automaticamente em votos na urna.

Dar segurança ao candidato de que todo o processo de mapeamento é realizado de forma aprovada e certificada também é uma preocupação da Bten, conforme reforça Samuel Pereira "Para utilizamos a metodologia NPS buscamos a certificação e aprovação da Bain Company, detentora e criadora deste processo. Outra preocupação que tivemos foi aprovar e utilizar todas as regras de uso do WhatsApp conforme determina o Facebook. Com isso não temos nenhum problema de utilização desses meios para fazer a comunicação com o eleitorado. Evitamos assim problemas, que estão tão latentes na sociedade atualmente.", a direito a segurança dos dados também é assegurada na plataforma, "Seguimos todas as regras da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), além de sermos registrados no TSE para realização de pesquisas eleitorais" complementa Samuel.

Pesquisas tradicionais não dão esse mapeamento e análise é fria, além de muitas vezes realizarem as perguntas em momentos que a pessoa não quer responder ou responde apenas para se livrar da pessoa que está fazendo o censo. Utilizar os meios de comunicação corretos, nos momentos certos e utilizando uma metodologia que entregue respostas mais precisas e verdadeiras é absolutamente mais efetivo para que candidatos utilizem os recursos financeiros da campanha de forma certeira. Além de poder direcionar o plano de governo ao que importa aos cidadãos.

Com a evolução digital, redes sociais e a velocidade que as informações correm atualmente, é fundamental que candidatos a eleição e reeleição sejam ágeis em entender os movimentos das informações e do seu público e ajam de forma correta, direcionando os investimentos de campanha de forma responsável, correto e com foco.

Cada vez mais, metodologias de gestão empresarial estão sendo adaptadas e utilizadas no segmento público. Somente assim é possível servir corretamente um eleitorado mais atento e exigente.

Fonte: BTen Tecnologia

FONTE BTen Tecnologia


© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.