RELEASES EMPRESARIAIS

SEXTA-FEIRA, 28 DE AGOSTO DE 2020 - Horário 0:08
nbe
ECO/ PRNewswire - Realizado diálogo online entre mídias da China e América Latina

BEIJING, 27 de agosto de 2020 /PRNewswire/ -- O Fórum na Nuvem sobre Cooperação em Mídia da Parceria entre China e América Latina 2020 foi aberto na sexta-feira (28) por videoconferência. O evento foi co-patrocinado pelo Grupo de Mídia da China (CMG) e pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL). A Aliança Informativa Latino-americana (AIL), maior aliança de rede de televisão sem fins lucrativos da América Latina e do Caribe, também apoiou o fórum.

Em seu discurso, o presidente do Grupo de Mídia da China, Shen Haixiong, também vice-ministro do Departamento de Comunicação do Comitê Central do Partido Comunista da China (PCCh), salientou que a mídia deve reportar os fatos ao invés  de espalhar boatos, construir consensos em vez de criar divergências, combater a pandemia com base científica em vez de acusar os outros e transmitir confiança ao invés de atacar com más intenções. Ele pediu para reforçar a cooperação entre as mídias da China e da América Latina, de modo a emitir conjuntamente sua voz e contribuir para a construção da comunidade de saúde comum para humanidade.

A secretária-executiva da CEPAL, Alicia Bárcena, afirmou, em seu discurso, que a mídia tem um papel fundamental para preencher a lacuna no conhecimento mútuo que ainda existe entre os dois lados do mundo. "Diante de um contexto global cheio de incertezas, nossa parceria deve se fortalecer ainda mais, para que tal parceria seja mais equilibrada e igualitária,. Neste processo, as mídias de ambos os lados devem ter um papel decisivo", enfatizou.

Para Juan Carlos Isaza, CEO da AIL, a mídia tem a grande responsabilidade de fornecer ao público informações verdadeiras, criticar o governo, além de ser também solidária com os governos que estão tentando controlar a pandemia, deixando uma mensagem de esperança para as pessoas que a procuram como meio de informação confiável e seguro.

O presidente da Rede Bandeirantes de Comunicação, João Carlos Saad, mostrou uma caixa de suprimentos médicos enviada pelo CMG e agradeceu a rapidez que a mídia chinesa teve na pandemia. Para Saad, a aliança com o CMG é fundamental para que o país tenha as informações corretas.



Representantes do CMG e da Academia Chinesa de Ciências Sociais conversaram por vídeo com convidados da TV Azteca do México, do Canal 13 do Chile e da TV Latina do Peru. Todos concordaram que a mídia será uma promotora importante para a revitalização econômica na era pós-pandemia.



Na ocasião foi divulgada a Declaração Conjunta da Parceria entre China e América Latina para Reforçar Cooperação no Combate à Pandemia. Foi lançado também um programa de cooperação em notícias especiais "China Hoje" pela Agência de Notícias de Vídeo de CCTV e AIL.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1244759/image_802478_31566699.jpg  Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1244758/image_802478_31566813.jpg

 

FONTE China Media Group


© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.