RELEASES EMPRESARIAIS

TERÇA-FEIRA, 1 DE SETEMBRO DE 2020 - Horário 9:10
nbe
ECO/ PRNewswire - Médicos do Instituto de Arritmia Cardíaca do Texas estudam função de dispositivos vestíveis e aplicativo para monitoramento remoto de distúrbios do ritmo cardíaco

Plataforma de monitoramento digital oferece apoio comunitário e acesso a prestadores de cuidados médicos para ajudar pacientes a implementarem mudanças de estilo de vida recomendadas

AUSTIN, Texas, 1 de setembro de 2020 /PRNewswire/ -- Médicos do Instituto de Arritmia Cardíaca do Texas (TCAI) no St. David's Medical Center estão testando um novo programa de intervenção de estilo de vida e uma nova plataforma digital de saúde para pacientes com fibrilação atrial, o tipo mais comum de arritmia cardíaca. O programa, que conta com um aplicativo conectado a dispositivos vestíveis, foi projetado para permitir a detecção precoce da fibrilação atrial, bem como melhorar o gerenciamento e os resultados clínicos para os pacientes com essa condição.

"O monitoramento digital nos permite atender melhor os pacientes, ajudando-os a seguirem planos prescritos, como dietas e exercícios, para melhorar a qualidade de vida", disse Andrea Natale, M.D., F.H.R.S., F.A.C.C., F.E.S.C., eletrofisiologista cardíaco e diretor médico executivo do TCAI. "Os médicos também podem receber alertas caso os pacientes tenham ritmos cardíacos anormais, tais como fibrilação atrial."

O programa de monitoramento digital em estudo permite aos médicos identificar pacientes em risco de fibrilação atrial e desenvolver planos de intervenção, incluindo mudanças de estilo de vida recomendadas para reduzir o risco de recorrência, antes e depois de um procedimento de ablação cardíaca. A ablação cardíaca é usada para destruir pequenas áreas do tecido cardíaco que estão causando ritmos cardíacos anormais.

A plataforma de monitoramento digital RFMx, que está sendo utilizada neste estudo, conta com dispositivos vestíveis para acompanhar continuamente os dados de saúde dos pacientes que aceitam esse acompanhamento. A plataforma integra os dados para criar um escore de saúde baseado nas informações obtidas com os dispositivos vestíveis e transmitidas mensalmente via monitoramento remoto. Ela foi concebida para educar e apoiar pacientes em diversas áreas, como dietas, exercícios físicos, redução do estresse, sono, interrupção do tabagismo e redução do consumo de álcool.

"Cada participante é diferente, e os desafios que enfrentam são únicos", afirmou o Dr. Natale. "Por exemplo, pacientes com excesso de peso são colocados em programas de nutrição e exercícios físicos, e o objetivo é reduzir em pelo menos 10% o índice de massa corporal. As plataformas digitais de saúde podem medir estas mudanças."

Os médicos usam telemedicina, análise baseada na web, e-mail, celulares, aplicativos, mensagens de texto, dispositivos vestíveis e sensores de monitoramento clínico ou remoto (balanças, braceletes de pressão arterial etc.) para acompanhar o progresso dos pacientes. Em caso de necessidade, pacientes de alto risco podem receber a intervenção de especialistas médicos para um acompanhamento de saúde individualizado. O programa também oferece aos pacientes apoio comunitário para incentivo e prestação de contas.

O TCAI está testando atualmente o programa de monitoramento digital em aproximadamente 40 pacientes.

Um estudo recente revelou que a intervenção precoce para manter um ritmo cardíaco normal está associada à redução da mortalidade e de complicações cardiovasculares em pacientes com fibrilação atrial. Os resultados do Ensaio de Tratamento Precoce de Fibrilação Atrial para Prevenção de Acidente Vascular Cerebral (EAST) foram apresentados no Encontro Europeu do Coração e publicados no New England Journal of Medicine em 29 de agosto.

Contato com a imprensa:Erin OchoaElizabeth Christian Public RelationsEOchoa@EChristianPR.comCelular: 512.788.1616

FONTE The Texas Cardiac Arrhythmia Institute at St. David?s Medical Center


© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.