RELEASES EMPRESARIAIS

QUARTA-FEIRA, 23 DE SETEMBRO DE 2020 - Horário 9:04
nbe
ECO/ PRNewswire - Crianças com fissuras labiopalatinas apresentam maior risco de cárie, doenças gengivais e outros problemas sérios de saúde bucal segundo a FDI World Dental Federation e a Smile Train

- A fissura labial e a fenda palatina são as malformações congênitas mais comuns que envolvem a face do ser humano e afetam o desenvolvimento da boca, das gengivas e do palato.

- O cuidado odontológico regular e específico deve ser integrado ao tratamento das fissuras labiopalatinas no intuito de combater os desafios da higiene oral e prevenir doenças bucais.

- A FDI World Dental Federation (FDI) junto com a Smile Train estão lançando novas diretrizes de saúde bucal no tratamento abrangente de fissuras labiopalatinas para capacitar as equipes locais com treinamento e recursos que melhorarão a saúde bucal de pacientes com essa condição.

GENEBRA, 23 de setembro de 2020 /PRNewswire/ - No mundo todo, um bebê nasce com fissura labiopalatina a cada três minutos. Muitas das crianças com fissuras labiopalatinas têm grandes dificuldades para comer, respirar, ouvir e falar. Além do mais, mesmo depois da cirurgia de correção, essas crianças ainda apresentam uma maior propensão a cáries, doenças gengivais e outros problemas de saúde bucal.

A equipe de profissionais de saúde multidisciplinar que cuida de um paciente com fissura labiopalatina tem um papel importante a desempenhar no apoio à saúde bucal e ao bem-estar geral dessa pessoa. Por esse motivo, as organizações sem fins lucrativos de saúde bucal FDI World Dental Federation e Smile Train uniram forças com o apoio da GSK Consumer Healthcare e lançaram diretrizes para que os profissionais de saúde odontológica e as equipes multidisciplinares de tratamento de fissuras labiopalatinas possam ajudar a reduzir doenças bucais e melhorar a saúde bucal em pessoas nascidas com essa condição.

Com o lançamento dessas novas diretrizes, a FDI e a Smile Train esperam capacitar as equipes locais com treinamento e recursos para melhorar a saúde bucal e fornecer cuidados de saúde abrangentes. Para saber mais sobre as diretrizes, recomenda-se que os provedores participem do webinar Oral Health Campus da FDI no dia 29 de setembro, às 15h BST (horário de verão britânico), já que as diretrizes serão apresentadas pela primeira vez nesse evento. Você pode se inscrever para o webinar aqui.

Nesse webinar, o grupo de especialistas da FDI e da Smile Train apresentará as diretrizes de saúde bucal no tratamento abrangente de fissuras labiopalatinas e discutirá os desafios que as pessoas que tiveram essa condição corrigida ou não enfrentam, além de oferecer soluções claras para otimizar o bem-estar dos pacientes garantindo que eles sejam capazes de comer, falar, respirar e engolir.

A reabilitação e o cuidado de crianças com fissuras labiopalatinas frequentemente envolvem as áreas de enfermagem, cirurgia plástica, odontopediatria, fonoaudiologia e ortodontia. Todos os membros desta equipe de tratamento podem contribuir para uma melhor saúde bucal do paciente - de preferência, seguindo um conjunto de protocolos estabelecidos e adotados para garantir uma boa comunicação interdisciplinar.

"Crianças com fissuras labiopalatinas sofrem desproporcionalmente de doenças bucais, que podem não apenas afetar sua saúde e bem-estar geral, mas também seu desenvolvimento a longo prazo", disse o presidente da FDI, Dr. Gerhard K. Seeberger. "Garantir que a equipe médica seja treinada para ajudar a prevenir doenças bucais é muito importante. A FDI tem o prazer de compartilhar essas novas diretrizes na esperança de que elas capacitem toda a equipe a oferecer cuidados consistentes e de qualidade a todos os pacientes que vivem com fissuras labiopalatinas."

"Nosso objetivo é integrar a saúde bucal no plano de tratamento de crianças com fissuras labiopalatinas", disse a presidente e CEO da Smile Train, Susannah Schaefer. "O atendimento odontológico regular para crianças com fissuras labiopalatinas é essencial para ajudar a amenizar o seu maior risco a doenças bucais. É importante que os profissionais de saúde e cuidadores reconheçam os sinais de doenças bucais e saibam como evitá-los. Esta é a única maneira de permitir que as pessoas com fissuras labiopalatinas desfrutem da melhor qualidade de vida possível."

"Na GSK, entendemos a importância de uma boa saúde e higiene bucais para todos, especialmente para aqueles que vivem com fissuras labiopalatinas", disse Jayant Singh, Global Category Lead Oral Health. "O atendimento abrangente à fissura labiopalatina é o foco principal do trabalho que apoiamos com a Smile Train e a FDI. Estamos muito animados com o lançamento dessas diretrizes, pois acreditamos que elas servirão como uma ferramenta transformadora e indispensável para toda a equipe de atendimento à pacientes com fissura labiopalatina."

Junte-se a nós no webinar! 

15h (BST - horário de verão britânico) - 29 de setembro de 2020

Foto: AP Images (http://www.apimages.com)

Contato para mídia:Charanjit Jagait, FDI Communications and Advocacy DirectorTel: +41 797967613

 

FONTE FDI World Dental Federation


© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.