RELEASES EMPRESARIAIS

SEGUNDA-FEIRA, 19 DE OUTUBRO DE 2020 - Horário 3:04
nbe
ECO/ PRNewswire - MED-EL: primeiras cirurgias da Europa com implante coclear totalmente implantável

INNSBRUCK, Áustria, 19 de outubro de 2020 /PRNewswire/ -- A fabricante líder de implante auditivo MED-EL estabelece outro marco revolucionário na sua longa história de inovações tecnológicas. Em 24 de setembro, a primeira pessoa da Europa recebeu um novo implante coclear totalmente implantável (ICTI), que foi implantado pelo Prof. Dr. Philippe Lefebvre, diretor do departamento de otorrinolaringologia do Centro Hospitalar Universitário, CHU de Liège, e professor da Universidade de Liège, na Bélgica, dentro de um estudo de viabilidade. Espera-se que o ICTI proporcione aos usuários ótima audição com ainda mais conforto. No entanto, serão necessários vários anos até que o dispositivo receba a aprovação para comercialização.

 

 

Um jovem com perda auditiva quase profunda foi a primeira pessoa na Europa a receber um implante coclear totalmente implantável. Os sistemas de implante coclear (IC), que circundam a parte não funcionante do ouvido e estimulam o nervo auditivo eletricamente, são um tratamento padrão para indivíduos com perda auditiva grave a profunda. Eles atualmente são compostos por um implante interno que é colocado cirurgicamente sob a pele e um processador de áudio que é usado externamente atrás ou ao lado da orelha. O processador de áudio contém o microfone necessário para capturar o som e uma fonte de alimentação.

"Nossos implantes cocleares ajudaram centenas de milhares de pessoas de todo o mundo a ouvir e melhoraram a qualidade de vida delas. Muitos usuários expressaram o desejo de um implante coclear que funcione sem um componente externo na orelha ou fora dela, que seja invisível e funcione mesmo quando os usuários estiverem dormindo," disse a Dra. Ingeborg Hochmair, fundadora e CEO da MED-EL.

Os implantes cocleares totalmente implantáveis serão a tecnologia mais inovadora e sofisticada na área de soluções auditivas. O ICTI contém todos os componentes internos e externos de um sistema de implante coclear em um dispositivo colocado sob a pele, incluindo o processador de áudio, o microfone e a fonte de alimentação.

"A nossa missão é superar a barreira da perda auditiva para a comunicação e a qualidade de vida. Por décadas, nossa pesquisa e desenvolvimento foi baseada em uma estreita colaboração interdisciplinar com clínicas e departamentos de universidades. Essas colaborações nos permitem avançar continuamente na tecnologia e nas soluções para pessoas com perda auditiva. Desenvolver um dispositivo totalmente implantável tem sido o foco da pesquisa da MED-EL por muitos anos. Tenho muito orgulho da nossa equipe dedicada de especialistas que trabalharam com criatividade e diligência para desenvolver esse dispositivo único por mais de uma década," explicou a Dra. Hochmair.

Com o implante do primeiro ICTI, a MED-EL confirmou mais uma vez sua posição de líder na área de implante auditivo. A empresa global com sede em Innsbruck é renomada por seu forte foco em pesquisa e desenvolvimento e por constantemente superar as barreiras tecnológicas para o benefício dos seus usuários.

O Prof. Dr. Philippe Lefebvre, diretor do departamento de otorrinolaringologia do Hospital Universitário de Liège e professor da Universidade de Liège, na Bélgica, realizou a primeira cirurgia de ICTI em um ser humano na Europa. Ele é o especialista de liderança em implantologia auditiva com amplo conhecimento na tecnologia de microfone implantável. "Testamos o implante após a cirurgia e estamos muito empolgados porque tudo está funcionando conforme o esperado. A tecnologia moderna de implante coclear vem evoluindo em um ritmo impressionante, proporcionando resultados auditivos excepcionais. O ICTI é um marco na área de implante coclear. Era um desejo desde os primeiros dias do implante coclear poder integrar todos os componentes dentro de um dispositivo interno," destacou o professor de otorrinolaringologia.

Várias outras cirurgias com o implante coclear totalmente implantável serão realizadas em Liège e Munique nos próximos meses como parte do estudo de viabilidade clínica.

Sobre a MED-EL 

A MED-EL Medical Electronics, uma líder em soluções auditivas implantáveis, é orientada pela missão de superar a perda auditiva como uma barreira para a comunicação. A empresa privada com sede na Áustria foi cofundada pelos pioneiros do setor Ingeborg e Erwin Hochmair, cuja pesquisa inovadora levou ao desenvolvimento do primeiro implante coclear multicanal e microeletrônico do mundo, que foi implantado com sucesso em 1977 e serviu de base para o que hoje é conhecido como o moderno implante coclear. Esse desenvolvimento estabeleceu a base para o crescimento de sucesso da empresa em 1990, quando os primeiros funcionários foram contratados. Atualmente, a MED-EL cresceu para mais de 2.200 funcionários em 75 nações e 30 localidades em todo o mundo.

A empresa oferece a mais ampla gama de soluções implantáveis e não implantáveis para tratar todos os tipos de perda auditiva, permitindo que pessoas de 124 países apreciem o dom de ouvir com a ajuda de um dispositivo da MED-EL. As soluções auditivas da MED-EL incluem sistemas de implante coclear e do ouvido médio, um sistema de implante auditivo combinado de estimulação acústica elétrica, implantes auditivos de tronco encefálico, além de dispositivos de condução óssea cirúrgicos e não cirúrgicos. http://www.medel.com

Responsável pelo conteúdo 

MED-EL Elektromedizinische Geräte Gesellschaft m.b.H. Fürstenweg 77a 6020 Innsbruck Österreich Registro Nº FN 48608h UST.-ID-NUMMER: ATU 31722507 CEO Doz. DI Dr DDr med. h.c. Ingeborg Hochmair 

www.medel.com 

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1314552/Prof_Philippe_Levebre.jpg  Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1314553/Ear_anatomy.jpg  Logo - https://mma.prnewswire.com/media/1314551/MED_EL_Logo.jpg

 

 

 

Contato com a mídia Patrick D´Haese, Tel +43577885237, celular +32473719736, E: press@medel.com  

FONTE MED-EL Elektromedizinische Geräte GmbH


© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.