RELEASES EMPRESARIAIS

SEGUNDA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2020 - Horário 12:06
nbe
ECO/ PRNewswire - Comunicado à imprensa da Belas Artes

SÃO PAULO, 7 de dezembro de 2020 /PRNewswire/ -- O Centro Universitário Belas Artes de São Paulo se posiciona, por meio da figura do magnífico Reitor, Paulo Antônio Gomes Cardim, favorável ao retorno das aulas presenciais. Em artigo publicado no blog Direto da Reitoria, Cardim manifestou ser favorável à manutenção da Portaria MEC nº 544/2020 e contrário à homologação do parecer CNE/CP nº 5/2020, aprovado em 28 de abril de 2020, que trata da "reorganização do calendário escolar e da possibilidade de cômputo de atividades não presenciais para fins de cumprimento da carga horária mínima anual, em razão da Pandemia de Covid-19".

O Reitor entende que a retomada das atividades presenciais é de suma importância para o futuro da educação. "Pessoalmente, sou a favor do manifesto e apoio a ação popular pela reabertura das escolas, iniciativa que revela a insatisfação de pais e alunos com a prorrogação de aulas remotas ou a distância nos cursos presenciais, em 2021. A presencialidade na educação superior, no cenário atual, é, no meu entender, condição essencial para atrair educadores e educandos que têm na educação de qualidade os seus sonhos de realização acadêmica e pessoal", declarou.

O posicionamento da instituição endossa a campanha internacional Save Our Future (Salve Nosso Futuro), da Organização Mundial das Nações Unidas (ONU), que alerta para a necessidade da reabertura das escolas, com o intuito de evitar uma catástrofe educacional. O documento declara, categoricamente, que "a educação foi uma das vítimas da pandemia e representa também a solução para a recuperação no longo prazo".

O artigo do Prof. Dr. Paulo Antônio Gomes Cardim está disponível na íntegra no link http://www.belasartes.br/diretodareitoria/artigos/2021-volta-as-aulas-presenciais-x-corporacoes.

FONTE Belas Artes


© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.