RELEASES EMPRESARIAIS

TERÇA-FEIRA, 22 DE DEZEMBRO DE 2020 - Horário 11:02
nbe
ECO/ PRNewswire - "YeonDeungHoe" (Festival das Lanternas de Lótus) da Coreia, listado como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO

SEUL, Coreia do Sul, 22 de dezembro de 2020 /PRNewswire/ -- O festival YeonDeungHoe, uma celebração cultural tradicional coreana, no qual os participantes acendem lanternas para celebrar o aniversário de Buda, tornou-se um patrimônio cultural imaterial da humanidade pela UNESCO.

Acesse o comunicado à imprensa multicanal interativo aqui: https://www.prnasia.com/mnr/ydh_202012.shtml

Na 15ª sessão do Comitê Intergovernamental da UNESCO para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial, realizada on-line em 16 de dezembro na sede da UNESCO em Paris, França, o festival YeonDeungHoe foi confirmado como patrimônio cultural imaterial da humanidade.

O Festival é um evento anual realizado para marcar o nascimento de Buda, que buscou viver com sabedoria para construir um mundo melhor. As pessoas acendem as lanternas enquanto fazem seus desejos durante o evento. "YeonDeung" significa literalmente "acender uma lanterna", o que pode ser interpretado como iluminar o coração e o mundo, desejando sabedoria, misericórdia, felicidade e paz.

A tradição remonta a 866, com os primeiros registros históricos representando o antigo Reino de Silla (57 a.C.- 935 d.C.) com histórias sobre a realização do evento no Templo Hwangnyongsa em  Gyeongju. Desde então, como parte da cultura tradicional coreana, somam-se 1.200 anos compartilhando todas as alegrias e tristezas do povo coreano durante as dinastias Silla Unificada, Goryeo e Joseon.

O Festival passou do GwandeungNori, onde os participantes desfrutam das magníficas vistas das lanternas acesas, para o atual Desfile das Lanternas, onde as pessoas desfilam pela Rua Jongno, segurando as lanternas feitas por elas mesmas. O festival YeonDeungHoe sobrevive de geração a geração de forma criativa para seguir a tendência dos tempos, mantendo a sua tradição. É um evento cultural coreano em que qualquer pessoa pode participar voluntariamente e um festival que todos podem desfrutar juntos, desejando felicidade uns aos outros.

O Comitê levou em consideração a inclusão durante o YeonDeungHoe, que contribui para superar todas as barreiras sociais e, em última análise, expressar a diversidade cultural. O Comitê constatou ainda que o festival das lanternas tem um papel importante na partilha de prazer e, em tempos de dificuldade, no reforço da coesão social. Mais importante ainda, o Comitê celebrou o YeonDeungHoe como um bom exemplo de como uma única inclusão na lista pode contribuir para aumentar a consciência pública sobre a importância do patrimônio cultural imaterial em geral.

Para comemorar a listagem do Festival como Patrimônio Cultural Imaterial da UNESCO, o Comitê de Preservação de YeonDeungHoe sediará a Exposição Especial e se preparará para o YeonDeungHoe de 2021. Os participantes do Festival esperam que a COVID-19 termine o mais cedo possível para que possam desfrutar do Festival por completo.

Para obter mais informações sobre a programação YeonDeungHoe 2021, acesse www.LLF.or.kr/eng.

FONTE Yeon Deung Hoe Preservation Committee


© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.