RELEASES EMPRESARIAIS

QUINTA-FEIRA, 25 DE MARÇO DE 2021 - Horário 14:06
nbe
ECO/ PRNewswire - Especialista traz 10 dicas para você gerenciar seu estado emocional

RIO DE JANEIRO, 25 de março de 2021 /PRNewswire/ -- Segundo a OMS, em 2020 18,6 milhões de brasileiros apresentaram algum tipo de transtorno psicológico, dentre os mais comuns a depressão e a ansiedade.



Em tempos cada vez mais difíceis, diante da pandemia do Covid 19, onde o mundo todo teve que se adaptar a uma nova realidade de isolamento, as doenças psíquicas tiveram um agravamento ainda maior.

Sabemos que lidar com situações de mudança, pode ser extremamente estressante, desta forma é possível entender que gerir as nossas emoções é essencial para prevenir e auxiliar no tratamento de transtornos psicológicos.

Nós podemos enxergar por exemplo como fazer o caminho reverso da depressão a partir de neurotransmissores que são fundamentais para controlar as emoções e ter uma vida mais feliz.

Rodrigo Huback, especialista comportamental, trainer em coach, hipnoterapeuta e head trainer do Curso de PNL do Instituto Brasileiro de Neurodesenvolvimento (IBND), ressalta que podemos potencializar esses neurotransmissores e gerenciar nosso estado emocional com alguns hábitos do dia a dia, e para mostrar como isso é possível ele elencou 10 dicas práticas para quem quer iniciar esses hábitos hoje mesmo:

1.  Expressar a gratidão

Um assunto muito abordado e estudado nos últimos tempos é o poder que a gratidão pode exercer na vida das pessoas.

Ser grato é mais do que um hábito, é um sentimento capaz de transformar a sua visão do mundo.

Quando somos gratos, passamos a valorizar os bons momentos e identificamos alegria e felicidade nas pequenas coisas.

Expressar a gratidão também é uma excelente forma de liberar a dopamina no nosso organismo, esse neurotransmissor atua no nosso cérebro regulando nossas emoções e nosso humor.

Além da dopamina, o nosso cérebro libera um hormônio chamado oxitocina, que é conhecido como o hormônio do amor, pois estimula o afeto, traz uma sensação de tranquilidade e reduz a ansiedade.

2.  Praticar exercicíos físicos

O exercício físico além de liberar a dopamina, também libera a noradrenalina, dois dos neurotransmissores que quando alterados em baixo níveis podem ocasionar episódios depressivos.

Se exercitar regularmente impacta positivamente a depressão e a ansiedade, além de ajudar a eliminar o estresse do cotidiano.

Praticar exercícios físicos é crucial para quem deseja ter uma boa saúde física e mental, desta forma as movimentações corporais podem nos ajudar a ser mais ativos durante o dia.

3.  Ser Positivo

A positividade está diretamente ligada à gratidão, e pode melhorar significativamente a nossa qualidade de vida.

Ser positivo é conseguir identificar coisas boas em todos os momentos, sejam eles bons ou ruins.

A positividade, nos torna pessoas resilientes, devolve a confiança e melhora nossos relacionamentos.

Além disso, ser positivo ajuda a liberar um importante neurotransmissor chamado serotonina, também conhecido como o hormônio da felicidade.

4.  Tomar Sol

O sol fornece de forma natural ao nosso corpo a Vitamina D, além de ser responsável por produzir nossa melatonina.

Esses dois compostos são extremamente importantes para a nossa qualidade do sono, e atuam diretamente na sensação de bem estar do corpo.

Ficar de 15 a 20 também ajuda a fortalecer nosso sistema imunológico, porém, busque os tomar sol em horários como começo da manhã ou fim da tarde para evitar raios ultravioleta.

5.  Abraços

O abraço nos traz aquela sensação boa de bem estar, segurança e de ser querido.

Abraçar eleva instantaneamente os níveis de oxitocina, o que ajuda a tratar os sentimentos da solidão e da raiva.

Este ato de carinho libera a tensão do nosso corpo, possibilitando acalmar-se em momentos difíceis, elevando a nossa carga emocional positivamente.

6.  Presentes

Receber presentes sempre é bom, mas presentear alguém também pode fazer um grande bem ao nosso coração.

Fazer outra pessoa sorrir faz com que sorrimos de volta, isso se deve por um neurônio conhecido como neurônio espelho, que trabalha repetindo aquilo que estamos vendo, consequentemente ao sorrir de volta e projetar a empatia para com o sentimento do outro.

Você pode presentear alguém com uma ligação, recordando momento agradáveis, não se prenda a presentes somente com valores financeiro, mas principalmente os de valores emocionais, que normalmente só dependem de uma ação nossa.

7.  Apoio Social

É inegável que pessoas, precisam de pessoas, isso é demonstrado desde os primórdios, e até mesmo na história dos primeiros humanos da terra.

Ter uma rede de apoio, onde você possa contar com amigos, familiares, parceiros, ou até mesmo um grupo de pessoas das quais as suas dores são compartilhadas é extremamente benéfico para o controle das emoções.

8.  Meditação

A meditação é um estado de relaxamento que pode rapidamente amenizar sintomas de ansiedade e estresse físico e emocional.

Assim como em outros exercícios que visam o relaxamento, a meditação libera no organismo o neurotransmissor GABA (ácido gama-aminobutírico), também responsável por aumentar o nível do relaxamento e a sensação de felicidade.

Basicamente atingimos o estado meditativo controlando a nossa respiração e esvaziando os nossos pensamentos.

Ao contrário do que muitos pensam, esvaziar os nossos pensamentos, não quer dizer que não iremos pensar em nada, mas que não daremos vazão aos pensamentos que possam nos desestabilizar.

9.  Respiração

Rodrigo ressalta que, qualquer um pode começar imediatamente a controlar os níveis de ansiedade e estresse utilizando apenas o princípio da meditação, que é a respiração.

É possível fazer isso, inspirando em 1 segundo, segurando em 1 segundo e expirando em 1 segundo, vá repetindo este processo aumentando para 2 segundos até chegar em 5 segundos para inspirar, 5 segundos segurando e 5 segundos para expirar.

Se fizer isso você vai perceber que automaticamente sua mente vai relaxando e consequentemente sua ansiedade vai diminuindo.

10.  Hipnose

A hipnose é um método terapêutico que tem sido procurado cada vez mais nos últimos anos.

Podemos dizer que a hipnose nada mais é do que uma meditação acrescida de comandos mentais.

Mas o que seriam tais comandos ?

Comandos são sugestões dadas por um mediador (hipnoterapeuta) por meio de palavras e conversas, que influenciam a mudança nos nossos padrões de pensamentos conscientes e inconscientes.

Essas sugestões que mudam os nossos pensamentos também são conhecidas como PNL (Programação Neurolinguística).

Há quem diga que hipnose, nada tem a ver com PNL, mas se observarmos atentamente percebemos que uma não anda sem a outra.

É importante entender que nenhuma dessas dicas surtirá efeito se a pessoa em si, não estiver focada e engajada a segui-las continuamente.

Tudo que queremos de mudança em nossas mentes, sejam hábitos ou crenças, deve ser praticadas até que se tornem raízes nos nossos pensamentos e na maneira como vivemos a vida.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1471033/rodrigo_camisa_vermelha.jpg

FONTE Instituto Brasileiro de Neurodesenvolvimento (IBND)


© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.